PROJETO IGUASSU/ ÁGUAS GRANDES

O MOVIMENTO

O Movimento Iguassu – Terra Guarani/ O MOVIMENTO DAS AGUAS GRANDES (Nome derivado do Idioma Guarani Y=Agua/ GUAZU=Grandes) é um grupo da sociedade civil e visa promover a participação pública nas tomadas de decisão para o Desenvolvimento Sustentável das diversas comunidades, em especial das Regiões de Fronteira, a começar pela Região Trinacional entre AR-BR-PY, propondo para essa região ao debate a implantação do PROJETO AGUAS GRANDES como um Novo Modelo de Desenvolvimento, projeto esse apresentado pela empresa TECTON a comunidade trinacional desde 1988, onde a organização formalizou carta junto às autoridades nacionais, locais e regionais dos três países no contexto do Mercosul informando que está pronta para a formação de consórcio existindo as condições de reunir fundos garantidores disponíveis de até US$ 1 bilhão para todo o empreendimento incluindo os recursos para aquisição das áreas do que propõem denominar o “Grande Parque Iguassu Trinacional” entre AR-BR-PY. O PROJETO AGUAS GRANDES que é proposto para a Região Trinacional foi encaminhado pelo governo paraguaio e aprovado no Parlamento do Mercosul em março de 2010.

“Caracterizado como atuante junto aos movimentos sociais, busca legitimação e instrumentação jurídica junto as comunidades envolvidas. Para os que gostariam de entender o que é um Movimento Social ver:http://pt.wikipedia.org/wiki/Movimento_social

PROJETO ÁGUAS GRANDES

Para a nossa Região Trinacional da AR-BR-PY, região em que nossos 4(quatro) presidentes dos países membros do Cone Sul instituíram na Resolução 41/ 97 do MERCOSUL o “Pólo Turístico Internacional do Iguassu”, propomos como sociedade civil que essa região passe a cumprir um novo papel na busca do Desenvolvimento Integrado e Sustentável de nosso continente Sul-Americano. Onde, aproveitando-se da vontade oficial manifesta dos governos da AR-BR-PY em construir duas grandes pontes internacionais para unir de forma mais eficiente o território trinacional entre AR-BR-PY em nossa região, surge no seio de nossa sociedade civil a proposta urbanística dos Arquitetos Nilso Rafagnin e Mariam Damen que posiciona as duas pontes pretendidas pelos governos de tal maneira que seus acessos conformem um ANEL VIARIO TRINACIONAL de caráter Rodo-Ferroviário, uma vez que o trecho ferroviário CASCAVEL-FOZ da FERROESTE já está incluída no PPA – Programa Plurianual do Governo do Estado do Paraná para ser executada no território brasileiro, ferrovia essa que, com o o interesse paraguaio manifesto na Reunião dos Presidentes Dilma Rousseff e Fernando Lugo e com a aprovação da proposta em março de 2010 no PARLAMENTO DO MERCOSUL, seguirá a ferrovia em direção ao Chile, conformando o denominado CORREDOR BI-OCEANICO que unirá o Oceano Atlântico e o Pacífico – O Oceano Pacífico com a crise dos EUA e Europa e a liderança da China e India movimenta hoje 65% hoje do comércio mundial – permitindo o corredor integrar o território do Norte Argentino, o Sul do Brasil e todo o Estado Nacional Paraguaio com as maiores nações de nosso planeta no oriente, unindo China, India, Rússia, Koréia, o mundo árabe, Japão e a Costa do Pacífico Americana com o nosso continente Sul-Americano.

Anel Viário Trinacional

O ANEL VIARIO TRINACIONAL de raio médio variável entre 15km e 30km, unirá os 03(três) grandes aeroportos internacionais entre AR-BR-PY existentes na nossa região, e cumprirá importante papel na estrutura para a transposição do desnível da Barragem de ITAIPU que conectará de forma harmônica a Hidrovia Paraná-Tietê ligando nossa região de forma navegável até São Paulo e a Hidrovia Paraná-Paraguay que nos unirá na navegação até Montevideo – Buenos Aires e Asunción chegando até a Bolívia, unindo as maiores metrópoles do continente às maiores nações do mundo no oriente. A solução urbanística proposta no projeto transformará nossa Região Trinacional em um “Grande Centro de Entrepostamento Aduaneiro e de Intermodalidade do MERCOSUL” – Um “Grande Centro de Processamento de Importação e Exportação do Continente”.

Parque Trinacional

Para o setor turístico, o PROJETO AGUAS GRANDES propõe a constituição de TRES PARQUES AMBIENTAIS integrados por um sistema Teleférico de transporte de passageiros que unirá os Três Marcos de Fronteira da AR-BR-PY na confluência dos Rios Iguaçu e Paraná, conformando um “Parque Turístico Cultural e de Lazer” junto a um lugar único no mundo – O lugar do “Encontro dos Povos” – O lugar do “Encontro das Nações” – “Lugar de Celebrações” formando parte de um dos mais belos cenários de nosso planeta. Os parques envolverão os Três Marcos de Fronteira, os Parques das Cataratas do Rio Monday e o Museu Científico Moisés Bertoni situados no território paraguaio.

Sistema Teleférico 

Essa solução inovadora nos setores de turismo e da cultura do nosso bloco econômico não só melhorará a imagem conjunta da Região Trinacional nos contextos  nacional e internacional de cada país, integrando o Paraguai ao Circuito do Mercosul, assegurando a conservação da natureza em território paraguaio principalmente em razão que a região do Parque das Cataratas do Monday e a região do Parque Nacional Moisés Bertoni se caracterizam como importantes remanescentes da Mata Atlântica do Paraguai na região, devendo ser urgentemente protegida em razão de que a Mata Atlântica é um bioma em extinção, reconhecido pela UNESCO como “Reserva da Biosfera” e declarada como “Patrimônio Natural da Humanidade”. A idéia força do PROJETO AGUAS GRANDES é transformar a Região Trinacional da AR-BR-PY, em um “Grande Centro Cultural, Logístico e Turístico da América do Sul” preservando a nossa bio-diversidade e a nossa cultura autóctone. O Anel Viário Trinacional se caracterizará como uma grande aliança, demonstrando ao mundo a convivência harmônica e pacífica que se pretende entre os povos, especialmente de nossa América Latina, e por fim; mostrar como podemos perfeitamente, de comum acordo entre os estados parte, otimizar os nossos recursos na forma compartida entre os povos irmãos, de acordo como orienta o FOCEM – Fundo de Convergência Estrutural do MERCOSUL.

3 ideias sobre “PROJETO IGUASSU/ ÁGUAS GRANDES

  1. Sugestão de Pauta:
    ÁGUAS GRANDES no GOVERNO DO PARANÁ em FOZ
    No lugar da 2a. Ponte Empresários querem um Parque Trinacional AR-BR-PY

    Empresários do “Grupo Iguassu” e o “Movimento Iguassu – Terra Guarani”, envolvendo a mais ampla participação, aproveitando a instalação do Governo do Estado do Paraná em Foz Rafain Palace Hotel em Foz do Iguaçu, formalizou hoje documento junto ao Governador Beto Richa com cópia para os secretários de governo e demais líderes públicos presentes, manifestando interesse de constituir com apoio dos governos dos 3 países um PARQUE TRINACIONAL entre AR-BR-PY interligados por um sistema teleférico de passageiros no lugar da 2a. Ponte pretendida para o tráfego pesado de CARGA e de CAMINHÕES projetada ao lado de nossos atrativos turísticos nos Marcos de Fronteira do BR e PY. O projeto já foi aprovado no Parlamento do Mercosul em Março de 2010. Ver as propostas em fase de conclusão do Plano Piloto no site: http://www.PROJETOIGUASSU.com

    Contatos: Arq. Nilso Rafagnin
    Fones: (45) 9945 6000 (Cel.)
    Facebook: Nilso Rafagnin

  2. Concordo contigo Nilso, integrar os 3 países em um PARQUE TRINACIONAL entre AR-BR-PY interligados por um sistema teleférico de passageiros, seria mais um difierencial para a regiao, e todos sao beneficiados. E no lugar da 2a. Ponte pretendida para o tráfego pesado de CARGA e de CAMINHÕES, com um equivocado projeto ao lado de nossos atrativos turísticos do BR e PY, INVESTIR mais na logistica por modalidades de hidrovia e ferrovia. Estamos no centro da america latina, entre dois grandes oceanos, com uma oportunidade geografica unica de integrar por hidrovia sentido norte-sul e por ferrovia o leste-oeste do continente( integracao modal-turistica). Oportunidade + inteligencia+ tecnologia, para formula completa apenas falta a ACAO. Creio este ser um dos grandes medos do mundo….. que nossos tres paises Hermanos consigam integrar-se e tornar-se uma grande potencia mundial …….. o mundo pode visitar e apreciar a nossas riquezas e atrativos unicos e inesqueciveis, mas devemos ainda assim, pensar mais alem, e usar tecnologias que ja se comprovam mais eficientes em beneficio de todos.

Deixe uma resposta para Nilso Rafagnin Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>